Aprenda a medir a pressão com esfigmomanômetro manual em casa

aferir

Hoje em dia, muitas pessoas acamadas e idosas dependem dos cuidados de seus amigos e parentes quando um profissional capacitado não pode atendê-lo em tempo integral. Embora algumas medidas só possam ser executadas e decididas por profissionais da saúde, existem cuidados que mesmo outras pessoas podem aprender.

Um exemplo bastante comum é como medir a pressão em casa. O esfigmomanômetro, mais conhecido como aparelho de pressão, está bastante presente nos lares atualmente, ainda mais quando o paciente precisa controlar a sua pressão devido a problemas de saúde. Porém, para manuseá-lo, é necessário que irá manuseá-lo receba um treinamento para aprender a medir a pressão em casa.

Além disso, é preciso ter atenção a alguns pontos. Um dos principais cuidados nessa hora é a necessidade do paciente estar estável há pelos menos 30 minutos. Ou seja, ele não deve ter feito esforço físico, tampouco ter fumado ou consumido bebidas ou comidas com cafeína.

Essas condições podem causar resultados errados, devido às elevações artificiais da pressão arterial. Além disso, não é adequado verificar a pressão arterial mais de uma vez seguida, sendo preciso que haja um intervalo de, no mínimo, um minuto entre cada aferição.

Como aferir a pressão arterial em casa

O primeiro passo para medir a pressão em casa com o aparelho manual consiste no paciente estar sentado e tranquilo por pelo menos cinco minutos antes da aferição. Ele também não deve estar com vontade de urinar e os seus pés devem estar ambos encostados no chão, com as costas retas e apoiadas no encosto da cadeira.

Além disso, os seus braços precisam estar esticados, sobre uma mesa, mais ou menos na mesma altura do coração. Essas são as principais diretrizes internacionais de hipertensão. Já na hora de verificar a pressão arterial, quem for fazer isso deve colocar a braçadeira ao redor do braço esquerdo do paciente, mais especificamente a dois centímetros acima da dobra do braço.

O passo seguinte é apalpar a artéria braquial, logo abaixo a dobra do braço, e colocar o diafragma do estetoscópio sobre ela. Em seguida, deve-se inflar a braçadeira apertando a pera, sendo que antes é preciso fechar a válvula, e bombear até 250. Após, é preciso esvaziar aos poucos a braçadeira, abrindo lentamente a válvula.

Quando for ouvido o som do pulso, o próximo passo é conferir o valor que o aparelho mostra, sendo que é essa a pressão sistólica, mais conhecida como pressão máxima. Em seguida, é preciso continuar desinflando a braçadeira e, quando o som do pulso desaparecer de vez, mais uma vez é preciso conferir o valor que o aparelho exibe, sendo que essa é a pressão mínima ou pressão diastólica.

Vale dizer que a pressão arterial pode ser diferente em cada um dos braços, por isso, é sempre bom usar o mesmo. Assim, é possível comparar os valores. Da mesma forma, recomenda-se que as aferições sejam realizadas sempre no mesmo horário do dia, pois de manhã ela costuma estar mais baixa e vai aumentando ao longo do dia.

Está precisando ou pensando em comprar um aparelho de pressão? Confira as ofertas da Casa Médica neste link. Lá temos opções de aparelhos manuais, digitais e peças de reposição.