Como cuidar de pacientes acamados

acamado
Para manter o bem estar e a qualidade de vida, é preciso saber como cuidar de pacientes acamados, seja por motivos de saúde ou devido a sua idade avançada. A questão é que a expectativa de vida aumentou nos últimos anos e, por isso, cresce também o número de pessoas que ficam doentes por causa da idade e precisam de cuidados especiais.

O mais indicado é que profissionais experientes cuidem das pessoas acamadas, inclusive, se a mobilidade do paciente estiver bem limitada. De qualquer forma, é importante que os familiares também conheçam os cuidados importantes para ajudar os cuidadores em algumas atividades e também avaliar o serviço prestado ao paciente.

Um dos aspectos mais importante é o conforto do seu quarto, pois é onde possivelmente o acamado passe a maior parte do tempo. Nesse sentido, além de ser arejado e silencioso, o cômodo deve contar com boa luminosidade. Já os móveis do quarto devem apenas suprir as necessidades de armazenamento.

A mesma restrição deve ser dada aos acessórios, como tapetes e objetos decorativos, que não são indicados porque acumulam pó e podem causar alergia. Já a cama deve ter uma altura adequada às necessidades do paciente, bem como do cuidador.

Em alguns casos pode ser preciso que a cama tenha os mesmos recursos que as camas de hospitais, como a facilidade de mudar o paciente de posição. Além disso, se o paciente for agitado pode ser preciso grades nas laterais da cama para evitar acidentes.

Uma alternativa é adaptar uma cama normal, com suportes que permitam elevar a altura do tórax e dos membros. Travesseiros e almofadas de vários tamanhos e formatos também podem ajudar nessa hora. Já para evitar escaras, é importante ainda um colchão apropriado, o qual pode ser indicado pelo médico.

Até mesmo com o lençol é preciso ter cuidado ao espichá-lo na cama, de forma que não fiquem dobras que podem machucar a pessoa. Pode ser preciso ainda usar capas impermeáveis nos colchões, inclusive, na altura da genitália, a fim de evitar odores em casos de escapes de urina. Por isso, a roupa de cama deve ser trocada com frequência.

Cuidados importantes com pacientes acamados

Mesmo pacientes acamados com pouca mobilidade devem ser colocados, ao menos uma vez por dia, durante uma hora no mínimo, em poltronas e cadeiras, as quais também devem oferecer o conforto adequado. Para tanto, devem ser robustas.

É possível aproveitar esse momento para o paciente pegar um pouco de sol, o que é essencial a sua melhora, no entanto, isso não deve ser feito nas horas menos quentes do dia. O mais adequado é tomar sol no início da manhã e no final do dia, por meia hora, em média.

Conforme o problema do paciente pode ser indicado ainda o uso de luvas, preferencialmente, sem os dedos, para manter-se bem aquecido. Para tanto, é preciso ainda fazer uso de agasalhos e cobertores. A hora do banho é outro momento muito importante ao acamado, sendo que o banho de chuveiro não deve ser evitado quando possível, embora o banho de leito seja muito mais simples.

A questão é que no chuveiro o paciente pode relaxar e se energizar, sendo ainda o momento em que pode movimentar-se mais, caso seja possível, sendo que isso vai evitar que ele perca a sua independência. Para ajudar nessa hora existem as cadeiras de banho ou higiênicas, que facilitam muito a tarefa.