Previna-se: a importância do exame ginecológico para a saúde da mulher

exame-ginecologico-preventivo

Prevenção é o primeiro passo para evitar doenças graves ou mesmo diagnosticá-las no começo para ter mais chances de cura. É por isso que toda mulher deve visitar periodicamente seu ginecologista e fazer um exame ginecológico completo. Essa medida evita surpresas desagradáveis e pode prevenir o surgimento de uma doença mais grave como um câncer de mama ou o câncer de colo de útero. Porém, muitas mulheres ainda negligenciam esses exames, seja por falta de tempo, por falta de informação ou até mesmo por vergonha. Falar sobre a saúde da mulher ainda é um tabu em muitos lugares e é por isso que muitas mulheres acabam não visitando o ginecologista com a frequência que deveriam.

Para tirar algumas dúvidas e explicar sobre a importância do exame preventivo, reunimos aqui algumas informações que podem te ajudar:

O que é o exame preventivo?

O exame ginecológico preventivo na verdade é uma bateria de exames indicada pelo seu ginecologista de confiança que vai investigar qualquer tipo de anormalidade que esteja ocorrendo no seu sistema reprodutor. Geralmente durante um preventivo os exames mais comuns são a mamografia, o papanicolau e um ultrassom vaginal. A partir destes exames o ginecologista pode entender se há algo de errado está acontecendo como por exemplo a presença de cistos, miomas ou até mesmo nódulos benignos ou malignos.

Qual a importância de um exame ginecológico preventivo?

Fazer exames preventivos periodicamente é um modo de evitar o surgimento de problemas mais graves e de tratar qualquer doença logo no início. Mamografias periódicas, por exemplo, permitem que um possível câncer de mama possa ser detectado logo no início e, com isso, aumentam as chances de tratamento e cura. Vale lembrar que 99% dos cânceres de mama diagnosticados em fase inicial tem cura. A mesma coisa acontece com o papanicolau. Através dele são tiradas algumas células do colo do útero da mulher e, a partir de um exame laboratorial, é possível diagnosticar se a mulher tem alguma chance de estar desenvolvendo um câncer. A partir daí, outros exames são pedidos e as chances de descobrir a doença logo no início onde as chances de cura são muito maiores, aumentam.

Ou seja, o exame preventivo periódico é de toda importância para a mulher, já que previne e evita desde problemas simples como miomas, ou cistos benignos, até doenças mais graves como o câncer.

De quanto em quanto tempo deve ser feito o exame ginecológico?

A periodicidade em que esses exames serão realizados dependem de uma série de fatores: a sua idade, seu histórico familiar e a indicação do seu médico. O indicado é que se faça uma visita anual ao seu médico de confiança para fazer todos os exames necessários. Caso você note algo de estranho no seu corpo, é interessante marcar uma consulta mesmo que o preventivo tenha sido feito há pouco tempo. Para mulheres que tem histórico de câncer ou outras doenças na família, as visitas ao médico podem ter que ser um pouco menos espaçadas.

A importância de um consultório bem equipado:

Se você é médico ginecologista, deve saber o tamanho da importância de se fazer um preventivo bem feito nas pacientes. E tão importante quanto pedir todos os exames necessários, é contar com os melhores equipamentos para que os exames sejam feitos da melhor maneira possível, com o máximo de precisão. Por isso, investir em uma boa mesa ginecológica é essencial. Em uma mesa como essa é possível fazer os exames de toque e, inclusive, um dos exames mais importantes durante um preventivo: o papanicolau. Além de uma boa mesa também são necessárias luvas esterilizadas, ponteiras para a retirada do material do exame e até um biombo para que a paciente possa se trocar com conforto. Investir em bons equipamentos para o seu consultório é também um modo de cuidar ainda melhor da saúde do paciente.

Procure um bom profissional:

Tão importante quanto realizar exames preventivos periodicamente, é encontrar um bom profissional. Antes de se consultar com um ginecologista novo, procure referências, pesquise bastante e continue com o profissional que te passa confiança. Uma relação entre médico e paciente deve ser baseada tanto no profissionalismo quanto na confiança entre ambas as partes. Se você não se sentiu seguro com o profissional escolhido, vale sim procurar uma segunda opinião ou até mesmo trocar de médico.

Previna-se:

Vale lembrar que as visitas ao ginecologista não devem começar apenas depois de uma gravidez, ou após os quarenta anos, quando o risco de doenças como câncer de mama aumentam. A indicação é já começar o acompanhamento logo após a primeira menstruação e seguir com os exames preventivos anualmente. Assim, o risco de ser pega de surpresa com alguma doença mesmo que menos grave, diminuem bastante.

Se você é profissional de saúde e está buscando uma empresa que conte com os melhores produtos para o seu consultório, não deixe de entrar em contato com a Casa Médica. Visite nosso site, ou vá até a nossa loja física e conheça nossos produtos. Trabalhamos com os melhores equipamentos para garantir a saúde dos seus pacientes.