O QUE SÃO ELETROSTIMULADORES NA ÁREA DE FISIOTERAPIA E ESTÉTICA E QUAIS SÃO SEUS BENEFÍCIOS?

O eletroestimulador é um aparelho terapêutico muito utilizado por fisioterapeutas e/ou profissionais da área de estética e saúde para melhorar o condicionamento e a qualidade da musculatura. Ele funciona como que através de pequenos “choques” que contraem e relaxam o músculo.

A Casa Médica trabalha com a linha de aparelhos da Quark Medical, que contam com diversos modelos, cada um com sua funcionalidade.

A Família Dualpex 961 é constituída de Estimuladores Elétricos Neuromusculares Transcutâneos Multifuncionais. Foram concebidos para fornecer ao profissional da área de fisioterapia ampla gama de recursos, máxima confiabilidade e facilidade de utilização. O Modelo Dualpex 961 foi concebido de forma a integrar as funções dos modelos Dualpex 961 Sport e Uro, com o diferencial que possibilitar a alteração dos parâmetros dos programas pré-estabelecidos. Na área da fisioterapia é utilizado para analgesia e dor, reforço muscular, estimulo circulatório entre outros. Também é um sucesso na uroginecologia para recuperação dos músculos do períneo e esfíncter anal. Muitas mulheres sofrem com a questão da perda de urina e flacidez vaginal, e por meio deste recurso tem evitado cirurgias, também utilizado como tratamento de fortalecimento para evitar a incontinência, comum em mulheres de meia idade. Isso ocorre principalmente na menopausa pela queda do estrogênio, múltiplos partos, tabagismo e sedentarismo. A mulher não consegue contrair os músculos entre a vagina e ânus por falta de musculatura. Este problema pode ser contornado com exercícios pélvicos. O simples ato de tossir e espirar gera perde involuntária de urina. Algumas mulheres apresentam disfunções sexuais, como saída de ar pela vagina e flacidez, interferindo diretamente na vida sexual. Estes problemas podem ser controlados com o fortalecimento do assoalho pélvico. Dual Pex apresenta um eletrodo anal e um vaginal para fortalecimento destas regiões.

INDICAÇÕES

Recurso analgésico;

Períneos doloroso do pósparto;

Pós operatório;

Reforço muscular;

Estímulo circulatório;

Contraturas;

Instabilidades vesicais;

Incontinência sobre imperiosidade;

Incontinências urinárias;

Prolapsia (grau I e II);

CONTRA INDICAÇÕES

Contra-indicado no tratamento de pacientes tuberculosos, sobre a região de marcapassos, sobre implantes metálicos e erupções cutâneas, locais tumorais ou infecciosos, sobre regiões hipoestésicas, durante o período menstrual, sobre o ventre de mulheres grávidas e mulheres que possuam dispositivo intra uterino.