Quais as vantagens de termômetros digitais?

termemetro-digital-vantagens

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou em março deste ano a proibição da fabricação, comercialização e importação de termômetros de mercúrio. A partir desta resolução, as empresas fabricantes e órgãos de saúde públicos e privados tem até 2019 para parar completamente o uso e comercialização deste tipo de material.

Tal determinação cumpre o compromisso que o Brasil firmou na Convenção de Minamata, que discutiu os riscos do uso do mercúrio para a saúde e para o meio ambiente. Na ocasião, cerca de 140 países se comprometeram a diminuir o uso de mercúrio em seus territórios em razão de seu potencial tóxico.

Sendo assim, tanto órgãos de saúde quanto o consumidor comum terão que se acostumar a utilizar o termômetro digital. Mas quais as reais vantagens desse tipo de termômetro? Será que ele realmente tem a mesma eficácia do tradicional termômetro de mercúrio?

A resposta é sim. Bastante popularizados na última década, os termômetros digitais são inclusive mais precisos do que os termômetros tradicionais e medem a temperatura mais rápido. Além disso, por não precisarem de tanto vidro em sua composição, são mais duráveis e menos frágeis do que os termômetros de mercúrio e oferecem menos riscos para a sua saúde.

Conheça os modelos de termômetro digital:

O mercado da área da saúde evoluiu muito nos últimos anos. Se antes, toda casa e consultório médico tinham um termômetro de mercúrio, hoje em dia já se dispõe de vários modelos de termômetros digitais para escolha.

Existem atualmente no mercado dois tipos mais comuns de termômetros digitais: o tradicional e o infravermelho. Ambos são bastante eficientes para a medição de temperatura e o que varia é o tempo de medição e o local do corpo onde são utilizados.

Termômetro digital tradicional

O termômetro digital tradicional é o mais popular no mercado e também um dos mais utilizados, tanto em casa quanto nos consultórios médicos. Ele existe em dois modelos: o de coluna (mais popular) e o de chupeta (mais utilizado para os bebês).

Quando vem em formato de coluna o termômetro pode ser utilizado em três locais do corpo: na boca, nas axilas e no reto. Todas as três formas de utilização garantem resultados precisos e, hoje em dia, os termômetros mais modernos chegam a medir a temperatura corporal em menos de trinta segundos.

Já o termômetro em formato de chupeta é utilizado principalmente em bebês, já que pode ser complicado manter a criança quieta e calma para a aferir a temperatura. Com o formato de chupeta, mais atraente para a criança, o processo torna-se mais fácil.

Termômetro infravermelho

Menos popular, o termômetro infravermelho existe em dois modelos: o temporal e o auricular. O temporal mede a temperatura quando colocado perto da artéria temporal (a que passa pelas têmporas). Para utilização, deve-se deslizar o termômetro na testa da pessoa da qual deseja medir a temperatura até chegar às têmporas

O modelo auricular funciona mais ou menos da mesma maneira, mas deve ser posicionado na orelha. A temperatura é medida através do contato com o tímpano, por isso as instruções de utilização devem ser obedecidas à risca, para não haver imprecisão durante a medição.

As vantagens são o menor tempo de medição (pode chegar a dois segundos) e a amostragem de temperatura mais precisa, já que o termômetro infravermelho consegue fazer cerca de mil medições por segundo e encontrar uma média entre elas.

Como escolher o termômetro digital ideal?

A escolha do termômetro depende de vários fatores: preço, necessidades, quantas pessoas irão utilizar, que tipo de pessoa vai usar o termômetro, etc.

Se o termômetro vai ser utilizado por um bebê, por exemplo, apostar em um modelo chupeta pode ser uma boa pedida. Crianças, principalmente quando estão doentes, tem dificuldade em se manter quietas e calmas. Como a chupeta já é algo naturalmente atrativo para elas, fica mais fácil para que os pais consigam medir a temperatura com precisão.

Já para crianças mais velhas, que não usam mais chupeta, os modelos infravermelhos são uma boa alternativa. Como o tempo de medição é menor (em cerca de dois ou três segundos já se consegue saber a temperatura), é mais fácil não as deixar irritadas pelo tempo que tem de ficar com o termômetro.

Os termômetros infravermelhos são ainda uma boa alternativa para idosos, que também podem ficar impacientes durante medições de temperatura.

Os contras desse tipo de modelo são o preço — costumam custar bem mais caro que um termômetro digital comum —, e o modo de utilização. Isso porque, caso não seja utilizado exatamente de acordo com as instruções, a medição pode se tornar imprecisa.

Para um adulto comum, um termômetro digital tradicional já pode dar conta do recado. Os mais modernos são bastante precisos e medem a temperatura em cerca de trinta segundos, além de serem bem mais baratos se comparados aos infravermelhos.

Para fazer a escolha certa é preciso pesar os prós e os contras de cada modelo e escolher um local confiável para comprar o produto. A Casa Médica possui vários modelos de termômetro e profissionais capacitados para te ajudar na escolha do melhor para você.